Sarau ‘Poesia ao Infinito’ fez homenagem a poeta que viveu em Petrolina

Neste domingo (27), em Petrolina, aconteceu um sarau em homenagem ao poeta petrolinense José Raulino Sampaio. A programação contou com muita musica, poesia, intervenções e uma roda de conversa sobre a obra, a vida e os 30 anos do falecimento de Raulino. O evento teve início ás 16h, na Travessia Treze de Maio, no Beco da Cultura, próximo à Igreja Catedral, no Centro da cidade.

Intitulado de ‘Poesia ao Infinito’, o sarau está foi organizado pela Confraria do Livro Fantástico (Colifa), clube do livro que existe em Petrolina há cerca de três anos. Este é o primeiro evento realizado pelo grupo.

“No dia 13 de janeiro de 1989, faleceu Raulino Sampaio, e no dia 27 do mesmo mês, o jornal ‘O Pharol’ publicou um texto em homenagem solene. Buscamos promover uma homenagem aos trinta anos dessas duas datas. O segundo motivo da realização do sarau é a tentativa de resgate à literatura daqueles homens e mulheres das letras que ocuparam aqueles espaços”, explicou Yanderson Marcos da Silva Ramos, um dos integrantes da Colifa.

O poeta

O poeta e jornalista José Raulino Sampaio nasceu no estado da Bahia, mas viveu boa parte da vida em Petrolina, onde apresentou suas obras e ajudou a fundar o Clube Drummoniano de Poesia, na década de 1970. Morreu em janeiro de 1989, aos 92 anos de idade.

FONTE: G1 Petrolina

Categorias Cidade Destaque 2