Preço do pão francês sofre aumento em supermercados e padarias de Petrolina

preço do pão francês sofreu uma alta nos supermercados e padarias de Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Em todo o estado, no mês de junho, o valor do alimento sofreu um reajuste médio de 10% devido à variação do dólar, à crise cambial enfrentada pela Argentina, principal exportadora do trigo para o Brasil, e também ao aumento dos custos após a greve dos caminhoneiros.

Na padaria de um supermercado localizado no bairro Areia Branca, na zona leste de Petrolina, o preço do pão subiu no mês de junho. O quilo passou de R$ 7,88 para R$ 8,45. Os motivos, segundo a gerência do estabelecimento, são o repasse do aumento da farinha de trigo, após a greve dos caminhoneiros, e o aumento do frete.

De acordo com a tecnóloga em alimentos, Thainara Silva, esse reajuste no valor do pão francês já está ocorrendo desde o segundo trimestre deste ano, antes do início da greve. “Foi devido ao nosso principal exportador, que é a Argentina, e com o aumento dessa farinha, não teve como a gente segurar mais. Então, desde abril, alguns comerciantes já vêm repassando esse ajuste”, explicou.

Em outro supermercado na Avenida da Integração, no bairro Vila dos Ingás, o preço do pão francês foi reajustado no mês passado. O quilo que custava R$ 6,98, agora passou a valer R$ 7,90. Segundo a gerente do local, Eva Vilma Gomes, o valor aumenta a cada nova compra de trigo. “O trigo toda semana está aumentando. A gente está tentando segurar o preço, mas está difícil”, relatou.

Fonte: G1 Petrolina

Categorias Destaque