Para a Igreja, as velas têm um significado muito importante

As velas são um costume muito antigo da Igreja, pois simbolizam o Cristo ressuscitado, Luz do mundo (João 8,12). Desde os primórdios, a Igreja a assumiu como uma maneira de honrar a Deus, os santos, anjos etc. São, mais ou menos, como as flores que expressam honra e louvor.

Segundo a Sagrada Escritura, antes da criação do mundo, tudo era uma grande confusão, o caos, a desordem. Até que Deus mandou que se fizesse a luz (Gn 1,1-3). Os primeiros cristãos chamavam o batismo de “iluminação”, quando o batizando recebia a luz de Cristo. Era também costume colocar uma vela benta nas mãos de uma pessoa que morria, como sinal de sua fé.

Jesus falava exatamente da luz da fé. Ele a comparou com uma vela acesa: “aquele que vive sua fé brilha como a luz”. Assim, a vela significa a fé daqueles que rezam, significa a presença de Deus em nossa vida, sobretudo, a presença d’Ele em nós. Na noite do Sábado Santo, quando o celebrante acende o círio pascal, significa a Ressurreição de Jesus, isto é, a nova vida de Cristo e Sua presença entre nós.

Quando se batiza uma criança, para significar que o batismo comunica a vida da fé e também a presença de Deus na alma da criança, acende-se uma vela. Essa vela do batismo é acesa no círio pascal, mostrando que a vida de fé da criança é a mesma nova vida de Cristo em Sua ressurreição.

Enfim, nas celebrações religiosas (seja a Santa Missa, os sacramentos ou qualquer ato de culto), as velas acesas significam a expressão da vida de fé daqueles que rezam e a presença de Deus entre nós. A vela também traz o sentido de velar, de vigilância, de tomar cuidado para não cair em pecados; o que é uma exigência de quem tem fé em Deus e quer viver segundo a Sua vontade.

Na chama da vela estão presentes as forças da natureza e da vida. Cada vela marca um ano de nossa vida no bolo de aniversário. Para nós cristãos, simboliza a fé, o amor e o trabalho realizado em prol do Reino de Deus. Velas são vidas que se imolam na liturgia do amor a Deus e ao próximo. Tudo isso foi levado para a liturgia do Advento. Com ramos de pinheiro, uma coroa com quatro velas prepara os corações para a chegada do Deus Menino.

Fonte Canção Nova online

PASCOM

Categorias Destaque Notícias Religião