Odacy defende políticas permanentes de combate à seca em Pernambuco

O deputado estadual Odacy Amorim, do PT, tem sido um dos porta-vozes na Assembléia Legislativa de Pernambuco (Alepe) das famílias que sofrem com a seca no Sertão do estado e que tem levado sofrimento também a outros estados nordestinos. Além de falar constantemente da tribuna da Alepe sobre a situação de calamidade que passa a região, Odacy tem atuado através do seu mandato, apresentando indicações e requerimentos para viabilizar medidas que se juntem as ações já adotadas pelo governo estadual e federal em defesa da população atingida pela estiagem.

Foi de autoria de Odacy, a indicação apresentada em abril deste ano na Assembléia Legislativa solicitando ao governador Eduardo Campos a criação de um programa Chapéu de Palha voltado para os produtores que estão em situação de calamidade no semiárido por conta da estiagem, uma das maiores dos últimos 40 anos. Mostrando-se sensível a situação, o governador lançou dia 18 de outubro o Chapéu de Palha Estiagem em Salgueiro, no Sertão Central, beneficiando mais de 180 mil famílias.

Odacy esteve presente à solenidade junto com outras autoridades. Cada beneficiado irá receber R$ 280,00 divididos em quatro parcelas. Para ter direito ao benefício, os produtores devem estar cadastrados nos programas Garantia Safra e Bolsa Estiagem, criados pelo Governo Dilma para amenizar os efeitos da seca no Nordeste.

Outra ação de Odacy em apoio à população atingida pela seca foi a apresentação de uma indicação à Conab – Companhia Nacional de Abastecimento – viabilizando o envio de milho para alimentação animal a um custo mais barato, atendendo aos criadores que precisam de alimento para o rebanho. O milho já está chegando aos municípios e agora o deputado vem atuando junto aos governos do estado e federal para que o alimento chegue mais rápido ao criador.

“Sei que o governador Eduardo Campos e a presidenta Dilma já vêm estudando uma forma de melhorar a logística para a chegada do milho aos beneficiados com a iniciativa. Defendo agora que esta ação seja permanente porque vivemos numa região onde a seca é realidade Com o alimento assegurado a um preço mais em conta, podemos viabilizar a política de carne e o Nordeste deve se especializar nisso para que o povo passe a ganhar dinheiro com essa iniciativa”, atestou o parlamentar petista.

Outra defesa do deputado Odacy Amorim é que a política de distribuição de água seja unificada e que a chegada do abastecimento via carro pipa fique sob a coordenação da comunidade através das associações e conselhos de desenvolvimento sustentáveis. Também como medida, Odacy fez uma indicação ao governo estadual para que a Secretaria de Agricultura possa viabilizar a implantação de campos de produção para o plantio da palma forrageira resistente a pragas no Sertão do São Francisco, atendendo assim aos criadores sertanejos.

A iniciativa, segundo o parlamentar, pretende viabilizar o alimento para o rebanho tendo esses campos de reserva no período de estiagem onde a planta praticamente desaparece na região. A ação seria desenvolvida em parceria com associação de produtores rurais da região.

“Os campos experimentais da palma também serão utilizados para a distribuição de mudas aos produtores do Sertão do São Francisco A reserva forrageira é de necessidade estratégica para os produtores, diminuindo assim as perdas de animais na época da seca, e evitando a diminuição de peso do rebanho para o abate”, colocou Odacy entre as justificativas de sua indicação.

 

 

Categorias Política