Jubileu de ouro. Uma festa prá ninguém botar defeito !

Foto por Marcizo Ventura

Concha acústica, centro de Petrolina, 27 de Outubro de 2012….Por volta das 21:30. Foi um momento de muita  emoção quando  Geraldo Azevêdo de violão em punho, começou um show inédito na história  musical de Petrolina. E o menino  do Jatobá , somente ele o violão,  dominaram uma legião  de fãs calculadamente em torno de seis a sete mil pessoas, que  acompanhavam      fielmente  a interpretação de Geraldinho, prá se emocionar  e cantar num côro único, quando ele parava para ouvir um batalhão de milhares  de pessoas, respondendo num “feedback”, trechos de “Bicho de sete  cabeças, Dia branco, Táxi lunar e por aí afora. É Petrolina, foi demais prá todos nós presenciarmos mais um show de Geraldo Azevedo. É muito gratificante  ver uma multidão unânime aplaudindo  e glorificando  um filho da terra, que sem pedir favor a nenhum super astro da musica popular  brasileira, fazer  a sua estrela brilhar  fortemente  no firmamento de Petrolina, para orgulho de todos nós. Valeu Geraldo Azevêdo. E como   valeu!

Por Franklin Delano

Categorias Destaque