Iniciadas obras da Escola Maroquinha, mas os problemas continuam

Foto: Marcizo Ventura

Foto: Marcizo Ventura

Depois de denúncias feitas na Rádio A Voz do São Francisco e em outros veículos, pela direção da escola e pais de alunos, finalmente as obras de recuperação da escola Maroquinha, situada no bairro Areia Branca, Petrolina, foram iniciadas. Porém os problemas continuam, é o que afirma a gestora da escola, professora Silvana Mangabeira.

Silvana, que esteve participando na manhã desta segunda-feira, 27, do Programa Conexão Verdade revelou que embora a prefeitura tenha atendido uma parte das necessidades da escola, a situação ainda é muito difícil. A Prefeitura autorizou uma ordem de serviço no valor aproximado de R$ 30.000,00 (trinta mil reais), apenas para a reforma das salas de um dos pavilhões que estava prestes a desabar sobre as crianças e da caixa de água.

Mas a escola ainda continua com problema nas descargas dos banheiros; extintor de incêndio; mato no local onde deveria ser uma quadra de esportes; falta de segurança, visto que a escola já foi arrombada e roubada várias vezes; além da árvore pau Brasil, que arriou no dia 26/04 e nenhuma providência foi tomada para o seu reimplante, até que não resistiu e morreu. Agora precisa ser retirada do local, pois arreou sobre um dos brinquedos das crianças.

Silvana lamentou até o momento não ter recebido sequer a primeira parcela do recurso destinado anualmente para manutenção da escola. Na oportunidade a gestora enalteceu a dedicação de sua equipe de trabalho e o apoio dos pais de alunos e da comunidade, que mesmo com todas as dificuldades não medem esforços para que a escola continue firme, sendo inclusive  referência em ensino fundamental em Petrolina.

Por Angela Santana,

Categorias Sem categoria