24

Herói de Ouro, ou melhor herói com ouro!

Daniel Dias. Esse nome já estava aguardado entres os melhores da competição, mas o frio na barriga para quem torce não deixa de existir.  Começou com tudo sua participação nos Jogos Rio 2016 e conquistou uma medalha de ouro logo no primeiro dia de competições, nesta quinta-feira (8).

É o 16º pódio Paralímpico do brasileiro, que agora tem 11 ouros, 4 pratas e 1 bronze. Com mais 8 provas para nadar no Rio, ele pode se tornar o maior medalhista da história da natação Paralímpica, posto ocupado atualmente pelo australiano Matthew Cowdrey, com 23.

A vitória de Daniel Dias no Estádio Aquático Olímpico veio com sobras na prova dos 200m livre classe S5, com o tempo de 2min27s88. A medalha de prata ficou com o americano Roy Perkins, que registrou 2min38s56. O bronze foi para Andrew Mullen, da Grã-Bretanha, com 2min40s65.

Colecionador de medalhas

A primeira participação Paralímpica de Daniel foi em Pequim 2008, quando conquistou nove medalhas: 4 ouros, 4 pratas e 1 bronze. Mais tarde, em Londres 2012, ele teve um desempenho impecável nas provas individuais: 6 ouros em 6 disputas. Só não subiu ao pódio nas duas provas de revezamento que disputou, 4x100m livre (4º lugar) e 4x100m medley (7º).

O brasileiro tem ainda uma coleção igualmente invejável de medalhas em Mundiais: 24 de ouro e 6 de prata. Isso sem falar nas 27 medalhas de ouro que conquistou em Jogos Parapan-Americanos, entre Rio 2007 e Toronto 2015.

Mais um pódio

No fechamento do dia, o Brasil ainda beliscou uma medalha de bronze nos 100m costas classe S7, com Ítalo Pereira. Ele fechou a prova atrás do ucraniano Ievgenii Bogodaiko, que ficou com o ouro, e do britânico Jonathan Fox, medalhista de prata.

Fonte:Rio 2016

Categorias Brasil Destaque Esporte