Funcionários da Menina Morena reclamam por direitos negados pela empresa

Na manhã desta segunda feira  (31) A Voz do São Francisco divulgou a possível paralisação dos funcionários da Empresa de ônibus coletivo  Menina Morena devido ao atraso de salário, e irregularidade no depósito do FGTS dentre outras reclamadas categoria.

No Programa Tribuna do Povo, funcionários e os diretores sindicais, Jaime Pessoa e Simão respectivos presidente e vice presidente do Sindicato da categoria, disseram que vários direitos dos trabalhadores estão sendo negados pela empresa e que muitas irregularidades tem acontecido, eles denunciam e ninguém toma providência, parece que fecham os olhos para o problema. Eles pedem a intervenção da Prefeitura e do Ministério Público, que o MP faça uma triagem, pois, ninguém sabe de quem é a Menina Morena.

Alegaram que Petrolina hoje tem a passagem mais cara do estado e que não sabem onde estão colocando esse dinheiro. Os trabalhadores estão entregues a própria sorte. Lázaro, funcionário, disse que são 110 funcionários prejudicados, fora os que saíram sem receber seus direitos trabalhistas. “Pelo amor de Deus essa situação deve ser resolvida. Já está na hora de se tomar uma posição e enxergarem o sofrimento que eles estão passando”, lamentou.

Fica a pergunta no ar: “A quem pertence a empresa de ônibus coletivo Menina Morena de Petrolina?

Por Angela Santana.

Categorias Destaque