“É preciso renovar a metodologia evangelizadora com vistas à iniciação cristã”

Após a aprovação pelo episcopado brasileiro do Documento ‘Iniciação à Vida Cristã: Itinerário para formar discípulos missionários’ na 55ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) ocorrida no mês de abril, em Aparecida (SP), o Conselho Episcopal Pastoral (Consep) da CNBB, reunido na sede da entidade desde ontem, 30, discute agora como tornar o subsídio conhecido nas dioceses e igrejas particulares.

Segundo o arcebispo de Curitiba e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética da CNBB, dom José Antônio Peruzzo, o Documento está passando por uma última revisão antes de ser colocado à disposição do público, mas garante que o processo está bem adiantado. “Um texto depois de aprovado em Aparecida (SP) requer várias leituras, correções, revisões técnicas, diagramação, destruição. Uma questão de semanas”, garante.

Dom Peruzzo enfatiza ainda a agilidade do episcopado em ter o Documento em mãos. “É fácil perceber um grande interesse do episcopado em ter esse documento, pois ele servirá de grande parâmetro a partir do qual, em suas dioceses, a iniciação à vida cristã poderá receber fortes implementações e grandes estímulos”, afirma.

Questionado sobre como tornar o subsídio conhecido e vivenciado, de forma prática, nas dioceses e igrejas particulares, o bispo garante que antes de tudo será preciso renovar a mentalidade, a metodologia evangelizadora: “Será preciso transpor os esquemas fixos, consolidados até de uma maneira de aguardar que as pessoas venham até a Igreja para que então possamos lhes propor um corpo doutrinal em vista de alguns sacramentos”.

Ele reitera também que o momento é de reinterpretação: “Precisamos sair daqueles esquemas bastante fixados e pré-fixados. É preciso dar um passo para além da manutenção. Todo esse processo requer revisão, aceitação do novo, despojar-se de muitas certezas ou falsas seguranças”, completou.

O Documento “Iniciação à Vida Cristã: Itinerário para formar discípulos missionários” estará disponível nas próximas semanas no site da “Edições CNBB”.

Fonte CNBB

Por Dida Maria

PASCOM

Categorias Destaque 2 Notícias Religião