Brasil está fora da disputa do Oscar de filme estrangeiro

O brasileiro “Que Horas Ela Volta?”, de Anna Muylaert, não está entre os nove longas-metragens pré-selecionados pela Academia para a categoria de filme estrangeiro no Oscar. Entre os nove filmes que permanecem na disputa, selecionados entre produções de 81 países, sete são da Europa, um da Colômbia e um da Jordânia.

A produção francesa “Mustang”, do diretor franco-turco Deniz Gamze Erguven, está na lista. A curiosidade fica por conta do filme não ser falado em francês, o que também aconteceu em 1960, quando “Orfeu Negro”, filmado no Brasil, venceu o Oscar de filme estrangeiro para a França.

Outro destaque na pré-lista é o drama húngaro “O Filho de Saul”, do diretor Laszlo Nemes, um drama sobre o Holocausto aclamado pela crítica. A lista conta ainda com o belga “The Brand New Testament”, o colombiano “El Abrazo de la Serpiente” e o dinamarquês “A War.”

“The Fencer” (Finlândia), “Labyrinth of Lies” (Alemanha), “Viva” (Irlanda) e “Theeb” (Jordânia) completam a lista. Os cinco indicados à categoria de filme estrangeiro serão anunciados com todas as demais categorias do Oscar em 14 de janeiro. A cerimônia do Oscar acontecerá em 28 de fevereiro.

Fonte: JC Online

Categorias Destaque 2 Entretenimento