Biofábrica Moscamed Brasil será a sede do Centro de Biotecnologia do Semiárido

Nesta terça-feira, dia 30, a Biofábrica Moscamed Brasil receberá o Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia – SECTI, Paulo Câmera, que estará em Juazeiro, interior da Bahia, para prospectar a possibilidade de implantação do Centro de Biotecnologia do Semiárido, local para desenvolver a pesquisa e incentivar à produção tecnológica na região. Representantes de várias instituições de pesquisa do Vale do São Francisco se reunirão com o Secretário na Biofábrica a partir das 09:00, para conhecerem o projeto de Centro.

Escolhida como potencial local de construção do Centro de Biotecnologia, a Moscamed já desenvolve dois projetos: um na área de controle biológico e supressão populacional de Moscas das Frutas, praga que ataca a agricultura irrigada e o outro no controle do mosquitoAedes aegypti, transmissor do vírus Dengue. A Biofábrica que foi inaugurada em 2005 possui 60.000 m2 de terreno e 4.500 m² com galpões, laboratórios e espaço administrativo viabilizando a implantação do centro.

“A SECTI já é uma grande parceira da Moscamed junto com a Secretaria de Saúde da Bahia no desenvolvimento do Projeto Aedes Transgênico – PAT, que propõe a supressão populacional do Aedes aegypti, mosquito transmissor do vírus dengue. Em parceria com a EMBRAPA, UNIVASF, FAPESB, USP, Ministério da Agricultura entre outras instituições de pesquisa desenvolvemos o Programa de Controle e Armadilhamento de Mosca das Frutas – PAC, praga que ataca as frutas e prejudica economicamente a exportação na região”, informou o diretor presidente da Moscamed Aldo Malavasi.

Além da Diretoria da Moscamed representada por Dr Aldo Malavasi e Dr Jair Virgínio, estarão presentes è reunião o Pró-reitor de Pesquisa e Pós Graduação da UNIVASF, Dr. Mateus Matiuzzi, o Coordenador de Pós Graduação da UNEB, Prof. Manoel Abilio, e o Chefe Geral da EMBRAPA Semiárido, Dr. Natoniel Franklin de Melo.

 Por Marcelo Damasceno

 

Categorias Ciência