A corrupção avança por toda parte, destaca papa Francisco

É necessário “manter um alto nível de atenção às vítimas” da “traiçoeira violência” da usura para que “cada pessoa se sinta ouvida e guiada para sair da espiral de exclusão e de iniquidade”: é o que escreve o Papa Francisco numa carta ao Conselho Nacional Antiusura, após a audiência de 3 de fevereiro último, durante a qual o organismo lhe entregou uma doação.

O Papa agradece pelo “generoso gesto de caridade” que ele “imediatamente transferiu aos irmãos marcados pela privação da dignidade humana: eles são de fato o banco mais seguro do Reino dos Céus”. Francisco salienta com preocupação que “estamos passando por momentos muito difíceis que veem a corrupção avançar por toda parte”. Sua exortação é fazer chegar a todos “o consolo ativo do amor salvador de Deus sem olhar para erros, quedas e recaídas”.

Portanto, conclui: “continuem com seu serviço com perseverança e coragem: é um fermento precioso para toda a sociedade. As vítimas da usura e dos jogos de azar sabem bem que através da ajuda de vocês podem iniciar um novo caminho. Contagiem todos com a esperança para que sejam sempre mais numerosas as pessoas que saem do “túnel” da usura e do jogo de azar”.

Fonte Vatican News

Categorias Destaque 2 Notícias Religião